Assine nossa Newsletter

  • Imagem Interna Grande

Tecnologia aplicada ao setor vidreiro

A cada ano fica cada vez mais nítida a evolução do setor vidreiro. Uma simples olhada nas edificações, das mais simples àquelas mais complexas, deixa claro que o vidro, seja pelas próprias características ou pelas tecnologias usadas, detém um importante conceito e figura como um elemento de ponta quando o assunto são aplicações arrojadas, versáteis e elegantes.

Diversos especialistas apontam que o setor vidreiro se destaca por estar baseado em duas das principais qualidades dos vidros: longevidade e flexibilidade. Muitos chegam a reconhecer que não existem muitos materiais atualmente que ofereçam as mesmas possibilidades de se trabalhar à luz relacionada a aspectos arquitetônicos sem perda de longevidade tal como o vidro.

Tecnologias no setor vidreiro

Quando abordamos a temática tecnologia no setor vidreiro é preciso considerar que a evolução diz respeito a todas as etapas envolvendo a cadeia produtiva. Tudo com uma finalidade muito específica: mais qualidade no material que chegará para o consumidor final. Entre alguns exemplos tecnológicos usados na fabricação de vidros podemos destacar:

  • Sistemas automáticos que fazem inspeção óptica e física com a finalidade de detectar falhas que atrapalhem a transparência, a laminação e a lapidação.
  • Sistemas que conseguem fazer a detecção de problemas em tempo real. Com isso, as fabricantes podem corrigir as falhas ainda no processo de produção evitando a necessidade de descarte de material ou reaproveitamento.
  • O controle de qualidade também entra na linha tecnológica com sensores ópticos e de infravermelho. Alguns sistemas desse tipo ainda oferecem sugestões sobre qual seria a melhor configuração para determinada espessura de vidro.

Resultados na prática

Os avanços tecnológicos e sua inegável função no desenvolvimento de vidros cada vez mais eficientes em termos de qualidade e flexibilidade podem ser vistos nos mais diversos ambientes: prédios comerciais, teatros, casas, elevadores, salões dos mais variados tamanhos, saídas de emergência, entre vários outros.

Um claro exemplo da aplicação da tecnologia ao setor vidreiro que apresenta resultados incríveis são os chamados vidros corta-fogo. Esses modelos têm ganhado cada vez mais espaço no mercado devido aos altos níveis de segurança, proteção e qualidade de que são compostos.

Aliás, em se tratando de vidros corta-fogo é preciso ressaltar que não passa de mito a questão de que eles somente podem ser usados em ambientes muito limitados. Os vidros resistentes ao fogo comercializados pela CKC® são certificados e foram testados por laboratórios nacionais e internacionais atendendo à todos os requisitos de segurança.

Isso mesmo! Além da proteção não podemos negar que o vidro, por si só, já vem investido de características estéticas que raramente são abandonadas por quem busca criar um ambiente com estilo, elegância e versatilidade, sem que para isso precise abrir mão da segurança.

As soluções oferecidas pelo setor vidreiro podem ser usadas em qualquer projeto. A estética e criatividade do vidro caem bem em qualquer tipo de ambiente.

Envie uma mensagem